Página em manutenção | Submissões suspensas até o dia 30 de jan.2016


Imagem de capa da revista

"[...] Quero trabalhar em paz [...] quero trabalho honesto em vez de escravidão [...] [e] deve haver algum lugar onde o mais forte não consegue escravizar quem não tem chance...".[1]

Poderia ser só mais um trecho de uma das músicas da banda Legião Urbana, que tanto embalou a juventude dos anos 1980 e 1990 no Brasil. Tragicamente atual, essa música poderia ser cantada, também, pelos trabalhadores brasileiros em face das reiteradas tentativas de encurtar os direitos trabalhistas por parte dos setores que dominam, política, midiática e economicamente, os painéis eletrônicos de votação no Congresso Nacional, sendo a mais recente delas a ameaça da intensificação e do aviltamento das condições de trabalho no contexto do PL 4330/04[2] sobre a terceirização, aprovado na Câmara dos Deputados em abril de 2015. Esse Projeto de Lei abre caminho para maior desresponsabilização social com a qualidade de vida dos trabalhadores através da invisibilidade das penúrias, do adoecimento e/ou mortes vivenciados/construídos quotidianamente nas relações de trabalho.

De antemão, temos motivos para criticar as diversas formas históricas de terceirização. Agora, mais que nunca, isso é necessário, pois o que era ruim pode piorar. Vejamos que, se, de um lado, é frágil a defesa do trabalho e do trabalhador pelos parlamentares, por outro lado, a história registra, indica e educa: os direitos dos trabalhadores, seja na conquista, na ampliação e mesmo na manutenção, são frutos de intensas lutas politicas.

O desafio é que essas lutas se dão nos marcos de uma  democracia que carece ser aperfeiçoada, o que significa dizer que, para deliberar sobre assuntos dessa magnitude, deveriam ser convocados sindicatos dos trabalhadores, movimentos sociais, universidades e seus grupos de pesquisas sobre trabalho, saúde e segurança do trabalhador, associações profissionais diversas e, mesmo, organismos fiscais dos estados, como as Delegacias Regionais do Trabalho, bem como o Ministério Público do Trabalho.

Em um cenário no qual o que se verifica é o recuo da pauta reivindicatória dos trabalhadores, é urgente reafirmar a função social do trabalho como condição humana e que ela não pode e não deve ser determinada, exclusivamente, pelos interesses do capital.

Mesmo na ordem burguesa, o pacto social não pode chegar a esse nível de desigualdade, de legitimar relações de trabalho tão precárias e que já eram perversas no século XIX. Enquanto trabalhadores, e por coerência intelectual, comprometidos com a própria condição de classe, ousamos responder com otimismo à provocação de Chomsky (2002):[3] sim, as pessoas são mais importantes do que o lucro! Mas, poderia o trabalho ser fonte de felicidade e de realização para o ser humano?

Cremos que sim. Aliás, o nome desta Revista - Trabalho & Educação - revela essa crença, por meio da primazia do trabalho em relação à educação. É o trabalho que educa, que é protoforma de outras atividades socioculturais. Essa importância se afirma também, dentre outros motivos, pelo que o trabalho engendra na produção da existência, na sociabilidade, na identidade social, no desenvolvimento da técnica e da ciência, na produção da cultura. Entretanto, aos olhos de muitos trabalhadores, os elogios ao trabalho podem ser uma quimera, uma fantasia ou privilégio de poucos. Isso porque, para além de sua condição ontológica, o trabalho possui dimensões históricas que subsumem a sua dimensão humanizadora.

No modo de produção capitalista, trabalho e capital formam um par categorial, par paradoxal, pois o trabalho pode ter uma independência face ao capital e a recíproca não é verdadeira, já que o capital não existe sem o trabalho.


[1] Versos da canção "Fábrica", de autoria de Renato Russo, lançada no álbum Dois, da Banda Legião Urbana, em 1986, pela Gravadora EMI.

[2] Projeto de Lei, por meio do qual se pretende regulamentar a terceirização no Brasil. Em tramitação no ‘congresso nacional', aprovado pelo plenário da ‘câmara' com um "emendão" que, dentre outras prescrições lesivas aos trabalhadores, libera a terceirização nas atividades-fim: atividades que estão relacionadas no contrato social ou estatuto da empresa como sendo objetivo principal da mesma.

[3] CHOMSKY, Noam. O lucro ou as pessoas: neoliberalismo e ordem global. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

(Excerto do Editorial da T&E 24.2)

___

The Editors of magazine TRABALHO & EDUCAÇÃO, a quarterly publication of the NETE, Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação of the FAE/UFMG, in Brazil, announce the completion of call for submitting papers to the next issues of the journal.

The Magazine TRABALHO & EDUCAÇÃO is a venue for the publication and dissemination of scjentific articles, communications, conferences, reviews and abstracts of theses and dissertations done by researchers, teachers and students in national and international graduate programs, involved with the folowing themes, among others: Working Conditions and Workers'a Health; Education and Labor; Vocational and Technological Education; Youth and Adult Education; Distance Education; Ergology, Ergonomics, Activity Analysis of Labor; Philosophy and Work; Training Teachers; Training of Employees; Language and Labor; Social Movements; Unions, Labor and Education; Knowledge, Skills anda Values at Work; Technology and Teaching Work; Labor and Education in the Field; Labor and Professional Teacher; Work, Public Policies and Humanities Training.

To submit papers for publication in the magazine you need to access the link cadastro in the application menu at the top of the page and follow the five steps for submission. To access the rules for publication, please follow the five steps in the link normas de publicação, also in that menu for the instructions in portuguese.

More information can be obtained by e-mail revista.nete@fae.ufmg.br and also by telephone +55 31 3409 6153.

______

Os Editores da Revista anunciam a chamada de novas submissões para o período 2016/2017. Para saber mais, clique aqui e leia com atenção as "Diretrizes para Autores(as)", observando ainda os "Itens de Verificação para Submissão".

Para submeter trabalhos, é obrigatório o cadastro na página eletrônica da Revista. Para isso, basta clicar aqui e seguir as instruções de registro. No menu localizado no alto da página também estão disponíveis outros atalhos para as normas de publicação e para as orientações de cadastro na página.

Sugerimos ainda aos(às) leitores(as) que visitem outros atalhos indicados no alto desta página, com acesso direto ao último número publicado, em atual, e a todo o acervo publicado pela Revista, desde 1996, a partir de arquivos.

Pour soumettre des articles, s'il vous plaît cliquer sur soumission d'articles dans le menu ci-dessus

For submission of papers, please click on submiting papers in the menu above.

______

A Revista TRABALHO & EDUCAÇÃO é um periódico quadrimestral, publicado por docentes e pesquisadores que atuam no NETE, o Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação, no Programa de Pós-Graduação da FaE - Faculdade de Educação e em outros setores da UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais.

A iniciativa de publicação parte da premissa de que a revista contribua para a formação acadêmica dos docentes e pesquisadores da Área da Educação por meio da divulgação e da socialização de conhecimentos relativos ao campo de pesquisa em Trabalho e Educação.

Outras informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico da revista em revista.nete@fae.ufmg.br e também pelo telefone +55 31 3409 6153.

______

La rédaction de la revue TRABALHO & EDUCAÇÃO, une publication quatrimestrielle du NETE, Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação de la FaE/UFMG, au Brésil, appelle à la soumission d'articles pour ses prochains numéros.

La revue TRABALHO & EDUCAÇÃO est un lieu de publication et de diffusion d'articles scientifiques, communications, conférences, critiques d'ouvrages et résumés de thèses et de dissertations présentés par des chercheurs, enseignants et étudiants en masters et doctorats nationaux et internationaux, impliqués notamment dans les thèmes suivants: conditions de travail et santé des travailleurs; éducation et travail; enseignement professionnel et technologique; formation des jeunes et des adultes; enseignement à distance; ergologie, ergonomie, analyse des activités de travail; philosophie et travail; formation des enseignants; formation des travailleurs; langage et travail; mouvements sociaux, syndicats, travail et éducation; savoirs, valeurs et compétences au travail; technologies et travail enseignant; travail et éducation dans les campagnes; travail et professionnalisation enseignante; travail, politiques publiques et formation humaine.

Pour soumettre des travaux pour publication dans la revue, s'il vous plaît noter les informations dessous pour soumettre des articles. Nous vous remercions de l'intérêt à publier dans le Revue Trabalho & Educação.

Pour des informations supplémentaires, écrire à revista.nete@fae.ufmg.br ou téléphoner au +55 31 3409 6153.

Notícias

 

Call for submitting papers to the next issues of the Journal TRABALHO & EDUCAÇÃO

 
The Editors of Journal TRABALHO & EDUCAÇÃO, a quarterly publication of the NETE, Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação of the FaE/UFMG, in Brazil, announce the completion of call for submitting papers to the next issues of the journal.  
Publicado: 2015-07-02 Mais...
 

Appel à soumission d'articles pour les prochaines éditions du Revue TRABALHO & EDUCAÇÃO

 
La rédaction de la revue TRABALHO & EDUCAÇÃO, une publication quatrimestrielle du NETE, Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação de la FaE/UFMG, au Brésil, appelle à la soumission d'articles pour ses prochains numéros.      
Publicado: 2015-07-02 Mais...
 
Mais Notícias...

Vol. 24, No 2 (2015)


Capa da revista


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

A Revista TRABALHO & EDUCAÇÃO é indexada por:

BBE - Bibliografia Brasileira de Educação / CIBEC/INEP / MEC;

DIADORIM/IBICT - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras;

SEER/IBICT - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas;

SUMARIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras;

DOAJ - Directory of Open Access Jounals / Suíça;

EZB - ElektronischeZeitschriftenbibliothek / Alemanha;

IRESIE - Índice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (Instituto de Investigaciones sobre la Universidad y la Educación / Universidad Nacional Autónoma de México);

LATINDEX (UNAM) - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, El Caribe, España y Portugal;

OEI - Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura.

TRT3-MG - Biblioteca Digital do TRT-MG